DES-CONSTRUÇÕES TRANSITÓRIAS

TRANSIENT DECONSTRUCTIONS

2018

Para pensar a cidade reelaboro a tenção entre o real e imaginário, que se articulam entre ondas do mar e uma ponte - de uma reforma sem fim - que não leva a lugar algum. Metáfora de um processo de desconstrução identitária de uma conexão longe de viabilizar-se.

In order to think about the city, I replay the tension between the real and the imaginary, which are articulated between waves of the sea and a bridge - of an endless reform - that leads nowhere. Metaphor of a process of identity deconstruction of a connection far from feasible.